Doenças auto-imunes

16 jan Doenças auto-imunes

Autoimune O que é ? Embora a principal responsabilidade do seu sistema imunológico seja proteger seu corpo contra infecções e outras formas de doenças, por vezes, este sistema agride ao próprio organismo

 <img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”autoimune” />autoimune

Quando esta tradução ocorre, o sistema imunológico começa a atacar as células saudáveis desencadeando uma resposta Autoimune. Isso ocorre em função de intoxicantes celulares que se acumulam, ou ainda estados de infecção crônica latentes em geral intra-celulares. Os sintomas da doença Autoimune variam muito devido a gama de diferentes condições. Frequentemente ocorre fadiga, febre, e um mal-estar geral. Muitas doenças Autoimunes também causam vermelhidão com febre em que os sintomas pioram e as “remissões” diminuem. Estas condições podem afetar várias partes do corpo, incluindo órgãos e tecidos diferentes. As áreas mais comumente afetadas incluem as articulações, músculos, pele, glóbulos vermelhos, vasos sanguíneos, tecido conjuntivo, e glândulas endócrinas.

 

 

 <img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”autoimune” />autoimune

Algumas das doenças Autoimunes mais comuns incluem: – Alzheimer, – Artrites, – Diabetes, – Fadiga crônica (algumas formas), – Diabetes, – Fadiga crônica (algumas formas), – Lúpus sistémico, – Esclerose múltipla, – Doença celíaca, colites, – Anemia perniciosa, – Psoríase, – Tireoidites e – Boa parte das doenças crônicas em geral. 

 

 <img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”autoimune” />autoimune

Embora a causa exata da doença autoimune seja desconhecida, sabemos que além do aumento da Permeabilidade Intestinal alguns fatores que parecem contribuir para o problema. Entre os agentes conhecidos que predispõem às doenças auto-imunes, incluem: bactérias ou vírus, drogas, irritantes químicos e irritantes ambientais. A genética parece ser mais um fator predisponente, mas passível de contenção através da associação de alimentos, ervas, suplementos e homeopáticos selecionados com a ajuda da bioressonância. Além do fator intestinal, micose nas unhas e realização de canais dentários são fatores que levam a esta mesma predisposição.

 

AUTOIMUNE : MEDIDAS GERAIS PARA TRATAMENTOS

 <img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”autoimune” />autoimune

MEDIDAS GERAIS PARA PODERMOS TRATAR AS DOENÇAS AUTOIMUNES: Inicialmente devemos zelar pelo bem estar geral: Ter certeza de comer uma dieta correta . O primeiro passo é fazermos uma dieta com eliminação de todos os alimentos agressores. Glúten, caseína, milho e soja e outros de acordo com a resposta pela bioressonância. Outro aspecto é aliviar a congestão hepática. Exercitar e descansar regularmente e Evitar de comer proteínas animais pesadas, ou ir além do necessário. – Controlar o estado glicêmico, tanto pela alimentação, quanto por exercícios.

 

<img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”autoimune” />autoimune

TERAPIA COM SUPLEMENTOS: Indicados à doença Autoimune de acordo com a clínica, exames complementares e corroborados bioressonância, aqui apenas alguns exemplos:
– Óleo de peixe,
-ác. alfa lipóico
– vitaminas C, D3
– Óleos de cártamo, coco, linhaça,
– vitaminas E, K,
– CoQ10, Epicor, Luteína,
– DHEA,
– Ác. fólico,
– NAC, acetil-cisteína, ou acetil-glutationa ,
– Nutrientes precursores de NAD+, como vit. B3, ác. nicotínico,
– Enzimas digestivas, fibratos
– L- Glutamina, butirato
– BCAA, treonina, prolina, citrulina, asparagina
– Pro e pre bióticos de vários tipos, entre outros, pois ajudam a restaurar a função natural do corpo e reduzir respostas inflamatórias.
– Especificamente foram observadas as atuações dos seguintes suplementos de atuação nas células imunes:
– Células T (vitamina B12, E, lisina, taurina e selênio);
– Células B (Tiamina, riboflavina, biotina, ácido fólico, D, E, niacina, triptofano, ferro);
– Macrófagos (E, selênio, cobre);
– Neutrófilos (B6, D, cobre).

Demais Tratamentos (Técnicas complementares):

 <img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”autoimune” />autoimune

Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora da evolução da doença Autoimune, através da associação de alimentação correta, ervas, homeopatia e acupuntura, devendo ser usadas somente sob a supervisão, e/ou consulta de um profissional de saúde qualificado. Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo incluir o eletro-escaneamento, microscopia e a bioressonância, para termos certeza das melhores opções terapêuticas. Sem nos esquecermos dos fatores predisponentes, ou desencadeantes que levaram a este quadro clínico, o que pode até requerer o acompanhamento de demais especialistas.

 
                                                         

Agende uma consulta!

Entre em contato conosco nos seguintes telefones: 3889-0273/5549-7651 ou se preferir, mande um e-mail para clement.hajian@gmail.com

 

 

 
Sem Comentários

Deixe um Comentário