DDA – Distúrbios de Atenção, Aprendizagem e Suplementação

16 fev DDA – Distúrbios de Atenção, Aprendizagem e Suplementação

DDA – Déficit de Atenção muito frequentemente relaciona-se com a hiperatividade, mas os fatores bioquímicos devem ser investigados para se garantir a atenção correta e a eliminação da hiperatividade.

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”DDA”/>DDA

 No DDA o comportamento hiperativo pode eventualmente estar relacionado a uma perda da visão ou audição, ou a um problema de comunicação, como a incapacidade de processar adequadamente os símbolos e idéias. Mas, se não houver a correção da hiperatividade, pode haver evolução ao estresse emocional e até mesmo convulsões ou distúrbios do sono.

 

<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”DDA”/>DDA

No DDA – Distúrbios de Atenção, ocorrem padrões de comportamento hostis, agressivos ou disruptivos por mais de 6 meses. De acordo com a ABC of Natural Nutrition for Children do Dr. Abram Hoffer muitos distúrbios de aprendizagem e comportamentais são resultado de uma nutrição insuficiente para o cérebro. Alguns desses fatores incluem: envenenamento por metais tóxicos em tecidos moles, uma capacidade diminuída para gerir glicose, e alergias alimentares e ambientais.

 
<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”DDA”/>DDA

DDA é diagnosticado por uma avaliação do desenvolvimento mental e comportamental de infância de uma pessoa, incluindo afastar os efeitos das drogas, medicamentos e outros problemas médicos ou psiquiátricos. Mas, as aptidões ao estudo e inteligência vão se desenvolvendo na medida em que houver um meio propício baseado na eliminação de fatores prejudiciais, educação e com a suplementação e alimentação corretamente indicados.

 
<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”DDA”/>DDA

A alteração bioquímico-molecular repercute no comportamento da criança com DDA fazendo-a se tornar rebelde, muitas vezes.

 
<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”DDA”/>DDA

Como consequências do DDA- Déficit de Atenção e hiperatividade, o cérebro e o cerebelo podem se desenvolver menos, mas os estudos de imagiologia do cérebro não dão resultados consistentes entre os indivíduos, eles são utilizados apenas para fins de pesquisa e não ao diagnóstico.

 
<imgsrc=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif”alt=”DDA”/>DDA

Suplementos ao DDA são indicados a partir de dados obtidos pela clínica, exames complementares e corroborados pela bioressonância. Aqui apenas alguns exemplos: – O tratamento de deficiências de aprendizagem e distúrbios comportamentais podem incluir a utilização dos seguintes suplementos: – Multi-vitamínico não contendo cobre ( a combinar para cada caso) – Vitamina B3 (como niacinamida ou inositol) – B Complex Vitamina (B 50, 40, 30, 20, 10, 5 a depender da idade da criança) – Vitamina B6 – Vitamina B9 (folato ou ácido fólico) – Vitamina D3- Vitamina C, – Zinco, Selênio, Cálcio e Magnésio quelatos, – Omega 3, Ácidos Graxos Essenciais, Vitamina B3 (como niacinamida ou hexanicotinato inositol) – 500 mg a 1000 mg – Vitamina B6 – 100 mg – Vitamina B9 (ácido fólico ou folato) – 1200 mcg – Vitamina D – 1.000 UI para crianças 2000 – uma vez por dia, Adultos três vezes por dia Vitamina C – 40 a 80 mg – Zinco – 0,1 a 0,8 mg – Selênio – 200 mcg

 
 <img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”DDA” />DDA

Técnicas complementares: Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora da evolução de quadros de DDA, através da associação da homeopatia e acupuntura, devendo ser usadas somente sob a supervisão, e/ou consulta de um profissional de saúde qualificado. Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo incluir o eletro-escaneamento, microscopia e a bioressonância, para termos certeza das melhores opções terapêuticas. E também sem nos esquecermos dos fatores predisponentes, ou desencadeantes que levaram a este quadro clínico, o que pode requerer o acompanhamento de demais especialistas.

Agende uma consulta!

Entre em contato conosco nos seguintes telefones: 3889-0273/5549-7651 ou se preferir, mande um e-mail para clement.hajian@gmail.com

 
 
<img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”DDA” />DDA

Referências ao Tratamento do DDA:

– Orthomolecular Medicine News Service, October 8, 2007. Vitamin Supplements Help Protect Children from Heavy Metals, Reduce Behavioral Disorders.
-http://orthomolecular.org/nutrients/vitamins.shtml – http://orthomolecular.org/nutrients/micronutrients.shtml
– http://orthomolecular.org/resources/omns/v03n07.shtml
– Saul AW. Taking the cure: The pioneering work of Ruth Flinn Harrell, champion of children. J Orthomolecular Med, 2004. Vol 19, No 1, p. 21-26.
– http://www.doctoryourself.com/downs.html
– Hoffer, Dr. Abram. “The Megavitamin Revolution.” Journal of Orthomolecular Medicine. 7.1 (1995)
– Hoffer A and Saul AW. Orthomolecular Medicine for Everyone. Laguna Beach, CA: Basic Health Pub, 2008.
– Kunin, Richard. “Principles That Identify Orthormolecular Medicine: A Unique Medical Specialty”. Journal of Orthomolecular Medicine. 4 (1987) Harnett, Cindy. “Victoria MD wins prize for theories on megavitamins” Times Colonist November 3, 2007
– Murray, Michael T. Encyclopedia of Nutritional Supplements: The Essential Guide for Improving Your Health Naturally. Roseville, CA: Prima Publishing, 1996.
– Werbach, Melvyn. “Nutritional Influences on Aggressive Behaviour.” Journal of Orthomolecular Medicine. 7.1 (1995)
– Hoffer, Dr. Abram. Dr Hoffer’s ABC of Natural Nutrition for Children. Kingston: Quarry Press Inc., 1999
– Hoffer, Dr. Abram. Healing Children’s Attention & Behavior Disorders: Complementary Nutritional & Psychological Treatments. Toronto: CCNM Press Inc, 2004.
– Hoffer, Dr. Abram. Healing Children’s Attention and Behavior Disorders: Toronto: CCNM Press Inc, 2005.
– http://orthomolecular.org/nutrients/proteins.shtml
– http://orthomolecular.org/nutrients/fats.shtml
– Websites Acessados em 16-2-2016 às 9:38hs

                                                                   

 
 
 
 
Sem Comentários

Deixe um Comentário