Zumbidos

20 dez Zumbidos

 Zumbidos  é mais comumente causada por danos que ocorrem dentro do ouvido interno, atualmente denominada orelha interna. Sons passam do ouvido externo através do ouvido médio e do ouvido interno, que contém a cóclea e nervo auditivo.

 <img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”zumbidos” />zumbidos

Zumbidos : A cóclea é um tubo enrolado em espiral, que contém um grande número de células capilares sensíveis. O nervo auditivo transmite sons para o cérebro. – Se parte da cóclea for danificada, ela irá parar de enviar informações coerentes e harmônicas para as partes de seu cérebro. Estas áreas de seu cérebro, então, ativamente “buscam” sinais da cóclea que ainda estão trabalhando. Estes sinais sobre-carregados e não harmônicos vão ao cérebro e originam os sons do zumbido. – Em pessoas mais velhas, os zumbidos é muitas vezes causada por perda de audição natural, o que faz com que os nervos auditivos sejam menos sensíveis. Em pessoas mais jovens, os zumbidos pode às vezes ocorrer como resultado de danos auditivos causados pelo ruído excessivo.

                                                                Zumbidos e outras causas :

                

 <img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”zumbidos” />zumbidos

Outras causas aos Zumbidos incluem:- Acúmulo de cera no ouvido que bloqueia o ouvido Infecção do ouvido médio (otite média) – Otite média com infusão Otosclerose – uma doença hereditária em que um crescimento ósseo anormal no ouvido médio faz com que a perda de audição Doença de Ménière – uma condição que afeta uma parte do ouvido interno conhecido como o labirinto e causa problemas de equilíbrio Doença de Paget – uma condição em que o ciclo normal de renovação e reparação óssea é interrompido Anemia – uma diminuição do número de células vermelhas do sangue, que pode, por vezes, com que o sangue se tornar mais fina e circular tão rapidamente que produz um som.

 
 <img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”zumbidos” />zumbidos

Mais raramente, o zumbidos pode também se desenvolver por causa de: Ferimentos na cabeça Exposição a um ruído súbito ou muito alto, como tiros ou uma explosão Neuroma acústico – uma rara, o crescimento não canceroso que afeta o nervo auditivo no ouvido interno Reações adversas a certos medicamentos, como antibióticos, diuréticos, aspirina e quinino (isso é mais provável de ocorrer quando a dose recomendada é excedida) Abuso de solventes, abuso de drogas e álcool Pressão arterial elevada (hipertensão) e estreitamento das artérias (aterosclerose) Tireoide hiperativa (hipertireoidismo) Estresse, que não é uma causa direta do zumbido, mas às vezes pode tornar o sintoma pior. Por exemplo, algumas pessoas relataram que o zumbido piorou durante os eventos estressantes, como luto

 
 <img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”zumbidos” />zumbidos

Terapia com Suplementos: indicados a partir de dados obtidos pela clínica, exames complementares e corroborados pela bioressonância.
Aqui apenas alguns exemplos:
– Vit. B12
– Zinco quelato
– Magnésio quelato
– Ác. fólico
– Vit. D3
– Vit. K2
– PABA (se houver labilidade emocional)

 

 <img src=”http://http://www.criesaude.com/imagem.gif” alt=”zumbidos” />zumbidos

Demais Tratamentos (Técnicas complementares):
Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora da evolução de quadros de Zumbidos através da associação da homeopatia e acupuntura, devendo ser usadas somente sob a supervisão, e/ou consulta de um profissional de saúde qualificado.
Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo incluir o eletro-escaneamento, microscopia e a bioressonância, para termos certeza das melhores opções terapêuticas.
E também sem nos esquecermos dos fatores predisponentes, ou desencadeantes que levaram a este quadro clínico, o que pode até requerer o acompanhamento de demais especialistas.

 
 
 
Sem Comentários

Deixe um Comentário